Ultimas Noticias...

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Pulo do Lobo


No seu longo percurso desde terras de Espanha, o rio Guadiana aproxima-se de Mértola e Beja. É entre estas duas localidades, a 6 quilómetros de Serpa, dentro do perímetro do Parque Natural do Vale do Guadiana, que a natureza nos proporciona um dos seus mais belos espectáculos.
Entra-se dentro do Parque Natural do Guadiana, onde o asfalto termina para dar lugar à terra batida. Inevitavelmente o pó levanta-se à passagem de quatro, ou até mesmo duas rodas. Há que ter cuidado e ir travando com o motor, pois quando se acelera muito, o carro foge.

De bicicleta fica mais fácil controlar, para além de ser bastante agradável pedalar no meio da natureza. A optar-se pela última hipótese, chapéu, protector, roupa confortável e muita, mas mesmo muita água, seriam a companhia mais do que certa.



Um percurso pelos deslumbrantes cenários que a presença das águas deixa adivinhar leva o visitante a paisagens abertas e solarengas, num passeio sempre acompanhado pelo murmúrio do rio.

No ponto onde o seu leito se vê estrangulado, a natureza criou uma "ponte" natural que liga as duas margens, e que o Guadiana se vê forçado a atravessar com esforço; passada a "ponte", lança-se numa estrondosa queda com cerca de 130 metros de altura para, de novo, se acalmar entre as margens súbita e generosamente largas: chamam-lhe o Pulo do Lobo.

Um passeio revigorante, que sem dúvida merece o esforço da caminhada, e para o qual se aconselha o uso de roupa confortável e pedir indicações prévias no Posto de Turismo de Serpa.

PARTILHA ISTO NA REDE SOCIAL !!!!!!!!

 
Copyright © 2014 Só te conto... . Designed by OddThemes | Distributed By Gooyaabi Templates