Ultimas Noticias...

sábado, 19 de julho de 2014

Mineiro encontrado vivo ao fim de 17 anos preso numa mina acidentada

Um grupo de mineiros de carvão da província ocidental de Xinjiang, teve uma surpresa inacreditável quando a galeria que eles estavam escavando abriu em uma seção de uma antiga mina, que foi abandonado há 17 anos depois de um terremoto que causou alguns das grandes seções de túneis  entrassem em colapso. Enquanto eles estavam explorando as galerias, tropeçaram em Cheung Wai, um sobrevivente de 59 anos do acidente de 1997, obviamente, que se encontrava numa forma muito má. Ele foi imediatamente levado para o hospital, onde efectuou um avaliação completa de seus estados físicos e mentais.

O pobre homem tinha ficado preso no subsolo com os corpos de 78 de seus colegas mortos, depois que um terremoto de uma magnitude de 7,8 atingiu a região e causou a estrutura de suporte de madeira da mina a desmoronar-se e entrar em colapso. De alguma forma, sorte em seu infortúnio, o Sr. Cheung foi salvo pelo fato de que alguns tubos de ventilação ficaram  abertos da sua prisão subterrânea para a superfície, permitindo-lhe o acesso a ar que estava suficientemente puro para mantê-lo vivo.

Ele conseguiu sobreviver graças a um estoque de emergência de arroz e água, armazenada em um depósito subterrâneo, concebido especialmente para este tipo de casos. O homem complementou sua dieta por apanhar e comer os inúmeros ratos que pululam na mina, bem como a recolha de grandes quantidades de uma espécie de musgo fosforescente, que constituiu a sua única fonte de vitaminas.  Ele estava sofrendo de grande estresse físico e mental.
Conseguiu dar enterros adequados a todos os seus companheiros, gastando quase um ano neste grande ato altruísta.

Acidentes em minas continuam a ser comuns na China, apesar das medidas de crescimento por parte do governo para reduzir o problema, que matam mais de 4.000 mineiros por ano, no início do milênio. Nos últimos anos, as autoridades têm vindo a reprimir em muitas operações de mineração não regulamentada, que respondem por quase 80 por cento das 16.000 minas do país. O fechamento de cerca de 1.000 pequenas minas perigosas no ano passado ajudou a reduzir pela metade o número médio de mineiros mortos, para cerca de seis por dia, nos primeiros meses deste ano, de acordo com estatísticas governamentais.

O caso do Sr. Cheung permanece único no entanto, e constitui um recorde mundial, de acordo com a autoridade universalmente reconhecidas conquista recorde, Guinness. O recorde anterior para a sobrevivência subterrânea foi de 142 dias e foi realizada por um homem britânico chamado Geoff Smith. Ele havia sido voluntariamente enterrados no quintal da Railway Inncom a intenção de quebrar o recorde.

PARTILHA ISTO NA REDE SOCIAL !!!!!!!!

 
Copyright © 2014 Só te conto... . Designed by OddThemes | Distributed By Gooyaabi Templates