Ultimas Noticias...

sábado, 22 de maio de 2010

Plásticas transformam homens em verdadeiros "gatos"


De acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), o número de homens que se submetem a cirurgias estéticas aumentou de 8% para 28% nos últimos 10 anos.



Já se foi o tempo em que preocupação com a beleza era exclusividade feminina. Hoje, com o aumento da competitividade na profissão e o incentivo da média, o público masculino adere cada vez mais à valorização da própria imagem, recorrendo aos recursos que a cirurgia plástica pode oferecer.

Plásticas no rosto

Calvície



Papada
Consiste num pequeno corte embaixo do queixo que retira a gordura com lipoaspiração. Caso haja flacidez de pele é necessário fazer um lifting, puxando toda a pele que está sobrando.

"Nos pacientes mais velhos, onde há flacidez do pescoço pode ser requerida uma cirurgia de lifting, que inclui a remoção da pele em excesso", explica o cirurgião plástico, Dr. Luiz Paulo Barbosa.

Na lipo, com um pequeno ponto na região do queixo aspira-se a gordura excedente. Os pontos são retirados depois de uma semana. A região pode ficar um pouco arroxeada. Usa-se a faixa compressora durante dois dias, mas a barba pode ser feita normalmente.

No caso do lifting, a barba pode mudar um pouco de lugar e acabar nascendo pêlos atrás da orelha, mas é normal e nada muito grave. Utiliza-se sedação e local.

A ritidoplastia é uma cirurgia pode ser feita sob anestesia geral. As incisões são feitas dentro do cabelo, na região acima da orelha, contornando o pavilhão auricular até a sua metade posterior - e volta para dentro do cabelo.

São cortes geralmente bem disfarçados pelas estruturas anatômicas, ficando pouco aparentes no pós-operatório tardio. Depois da cirurgia é feito um curativo compressivo, geralmente retirado em 24 a 48 horas. A retirada de pontos se faz dentro de um período de oito a dez dias. O inchaço e as equimoses praticamente desaparecem após esse período.

Como cuidado básico recomenda-se ao paciente evitar exercícios físicos e exposição prolongada ao sol por 30 dias, em média.

Bolsas sob os olhos
Depois dos 40 anos, o homem começa a apresentar bolsas de gordura na região das pálpebras inferiores, o que o deixa com um ar muito abatido.

Nas pálpebras inferiores sem excesso de pele, pode-se utilizar a técnica transconjuntival, durante a blefaroplastiainterior, pela qual se retiram as bolsas, fazendo uma incisão na conjuntiva. Não há necessidade de cortar a pele.

Se o paciente apresenta, simultaneamente, excesso de bolsas de gordura e pele nas pálpebras, é necessário usar a técnica da blefaroplastia convencional.

É comum haver inchaço e hematomas na primeira semana ou até mesmo nos primeiros dez dias. Recomenda-se o uso de óculos escuros para evitar forçar a musculatura. Durante uma semana pode-se fazer compressas de água fria para diminuir o inchaço.


Correção no nariz

É a plástica que melhora a forma do nariz. Pode também corrigir o tão famoso desvio de septo, que dificulta a respiração. A forma do nariz deve ser adaptada ao rosto do paciente.

A rinoplastia utiliza anestesia local com sedação. Não há necessidade de internação, o paciente fica no hospital apenas durante cerca de 12 horas.

Uma imobilização do nariz é colocada, utilizando gesso, placas de alumínio ou plástico. Tampões intranasais freqüentemente são necessários. Edema e equimoses são freqüentes, mas diminuem em pouco tempo. O resultado final leva de três a seis meses para ser notado. Depois da cirurgia o paciente deverá evitar exercícios físicos mais pesados e exposição ao sol por 30 dias.

Queda do supercílio
Às vezes, além da flacidez palpebral, o paciente apresenta uma queda dos supercílios, o que dá a ele um aspecto muito cansado e fechado.

A correção desse problema pode ser feita através da blefaroplastia superior, uma incisão na borda superior do supercílio, onde é retirado um fuso de pele e essa estrutura é levantada.

Como a incisão é feita na borda superciliar, a cicatriz fica bem disfarçada, por vezes simulando uma pequena ruga frontal. No pós-operatório, o paciente pode voltar às atividades normais após um período de dez dias. As incisões são feitas em lugares estratégicos e, com o passar do tempo, tornam-se praticamente invisíveis.

Plásticas no corpo


Ginecomastia
Quando há um desenvolvimento da glândula mamária masculina, a correção é feita com um corte em volta da aréola e retira-se a glândula e a gordura excedente. Às vezes complementa-se com uma lipoaspiração. Utiliza-se sedação e anestesia local.

A recuperação é rápida; o paciente fica enfaixado durante uns dois dias (às vezes pode ter um dreno), mas no terceiro ou quarto dia pode estar fazendo quase tudo. Após quinze dias o paciente já volta à vida normal. Retiram-se os pontos depois de uma semana a dez dias.


Prótese do Tórax
Deixar o músculo peitoral definido rapidamente. Essa é a função da prótese para a região do tórax, feita de um material mais compacto, que tem a consistência exata de um músculo trabalhado.

A prótese é colocada via axilar e fica localizada embaixo do músculo. "A sensibilidade não muda e pode-se fazer exercícios depois normalmente, porque não vai influenciar no crescimento muscular", explica o cirurgião plástico, Dr. George Soares.

Utiliza-se sedação mais local. No pós-operatório, usa uma faixa de compressão em volta do peito e também uma camiseta elástica, por 15 dias a um mês. Trabalhar, só depois de 10 a 15 dias e não se pode dirigir.


Excesso de gordura no abdómen
Os homens com boa elasticidade de pele que têm só uma quantia moderada de excesso de gordura abdominal podem se beneficiar da lipo. A técnica cirúrgica limita-se a aspirar a gordura que está localizada no subcutâneo logo abaixo da pele, não dentro da cavidade abdominal.

Segundo o cirurgião plástico, Dr. George Soares, o homem que tem aquela barriga grande e dura (a famosa barriga de cerveja) não pode fazer lipo porque a gordura está concentrada no epíploon - estrutura anatômica que fica dentro do abdome -, formando um avental por cima de todas as vísceras. Este local é capaz de receber gordura e aumentar a barriga no homem, porque é sensível ao depósito de triglicérides, um tipo de gordura criada a partir dos carboidratos, como o álcool.

"O epíploon é uma camada interna e profunda que fica próxima das vísceras. Por isso não conseguimos aspirar essa região muito delicada e perigosa", esclarece o cirurgião.

Utiliza-se anestesia peridural com sedação. A recuperação é rápida - depois de uma semana você já pode estar fazendo exercícios leves, como caminhada ou bicicleta. .


Prótese de coxas
Habitualmente as pessoas que mais procuram essa plástica são as que têm pernas arqueadas. "A prótese pode ser colocada onde houver necessidade, podendo inclusive imitar o músculo da coxa. Normalmente ela é inserida na parte interna da perna", explica o cirurgião plástico, Dr. Nicola Menichelli Neto.

As incisões são feitas na virilha ou nos sulcos subglúteos. Utiliza-se anestesia peridural. A internação ocorre pela manhã e o paciente já sai no final do dia. Em duas semanas o operado está liberado para as atividades cotidianas.

Prótese de panturrilhas
A prótese fica exatamente na parte posterior e medial da perna. Ela é colocada entre os músculos, e fica profunda porque está embaixo da fáscia. Não é necessário trocar a prótese porque ela é sólida.

"Mas se deve tomar cuidado no pós-operatório, pois muitas vezes o paciente, achando que vai ajudar, veste uma meia elástica muito agarrada e acaba fazendo com que a prótese fique mais levantada", explica o Dr. Nicola.

Repouso de dois a três dias; movimentação normal (trabalhar, dirigir, subir escadas) apenas depois de uma semana. Após um mês e meio pode-se começar a fazer musculação. Não há pontos externos, apenas internos, que não precisam ser removidos. Utiliza-se sedação peridural. Interna-se de manhã e já no final do dia o paciente pode ir embora (semi-ambulatorial).

PARTILHA ISTO NA REDE SOCIAL !!!!!!!!

 
Copyright © 2014 Só te conto... . Designed by OddThemes | Distributed By Gooyaabi Templates